Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

12 de nov de 2008

coisas surpreendentes

A propaganda do SporTV na Globo
Vocês já viram a propaganda do canal de TV paga SporTV, da Globo, no canal aberto da emissora? Pois bem. Eu já vi. Muito bonita, aliás. Música rock, com guitarras em ritmo marcado compõem, com as imagens de atletas (alguns muito conhecidos, olímpicos) em ação, em câmera lenta, uma peça publicitária que passa ao telespectador a idéia de movimento, exatidão, força, vitória. Uma propaganda perfeita para um canal top de linha.
A pergunta que não quer calar é: por que a propaganda do SporTV não inclui atletas paraolímpicos em suas cenas? A Globo não é uma empresa politicamente correta? Ou será que na verdade a empresa considera os atletas paraolímpicos uma subcategoria do esporte, que não deve figurar em suas belas peças publicitárias?
.
Palhaçada
Agora que passou eu vou falar: achei o fim da picada a Globo enviar para os EUA n jornalistas, e transmitir de lá o Jornal Nacional. O pior mesmo foi ver o William Bonner Simpson narrando a vitória do Obama com a voz embargada. Quero ver algum presidente brasileiro merecer tamanha consideração e emoção. Bom, a Globo cometeu uma hipérbole jornalística (mais uma). A eleição do novo presidente dos EUA não é nem nunca foi o fato mais importante do planeta. É, e pode ser, se a mídia assim o fizer, se isso for construído, como foi. Ficamos todos com cara de idiotas, vendo a TV e exclamando: "hãããã..." Pelo menos os jornalistas aproveitaram o passeio e fizeram umas comprinhas. Falando seriamente, penso que o comportamento da mídia é irresponsável, pois cria expectativas falsas, desvia a atenção do público para temas de suma importância no Brasil e faz das eleições estadunidenses um espetáculo pirotécnico e histérico. Eu acho que isso é falta de respeito com o telespectador.
.
A hipocrisia da Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR)
Quando se chega ao fundo do poço, ainda é possível cavar... Não acreditei na reportagem que li ontem. A Igreja Católica resolveu demitir um padre porque ele era casado. Bom, o problema não é a demissão em si, o fato isolado, mas vamos colocá-lo em relação com outros fatos: A ICAR é a igreja que, em todo o mundo, acolhe padres pedófilos, abafa casos, transfere os criminosos de paróquia e a vida continua. Diz que deve "acolher" seus filhos e perdoá-los, mesmo que eles tenham cometido crimes hediondos, como os inúmeros abusos sexuais, de toda ordem, que seus padres têm feito em todos os continentes contra crianças e adolescentes. Mas, quando surge um padre que se casa (e isso é bíblico!), em vez de preferir pecar, a ICAR o repudia! Ops! É muita, muita hipocrisia. E, pelo que parece, o padre é querido na comunidade, os fiéis sabiam de sua condição, ele não escondia que tinha sua família e ainda assim era chamado para celebrar casamentos e realizar batismos... O Troféu Hipocrisia vai para a Igreja Católica, é claro!
.
Declaração
Falando em hipocrisia, eu me lembrei do Daniel Dantas, banqueiro criminoso do Banco Opportunity, do Gilmar Mendes, ministro corrupto do STF, e do Lula, presidente corrupto do Brasil. Aproveito a lembrança e declaro todo apoio ao policial Protógenes Queiróz, que está sendo perseguido por ter prendido o dono do cofre do PT e benemérito das autoridades públicas, que também sabem retribuir a bondade recebida de diversas formas. Daniel Dantas - e por isso houve tanta celeuma com sua prisão - é o financiador corrupto da campanha do Lula. Se ele abrir a boca, as coisas se complicarão em 2010. Zé Dirceu e Genoíno fizeram miséria (modo de falar, porque eles fizeram muito dinheiro, na verdade) com o erário e não aconteceu nada com eles! E o Protógenes Queiroz, por cumprir suas funções de modo leal ao povo, seu verdadeiro "patrão", corre o risco de ser preso? O pior é que ele denuncia tudo, dá entrevistas, declara o que está acontecendo e ninguém faz nada! Nessas horas eu não sei onde estão o PSOL, o PSTU, a corrente O Trabalho...
.
O governador bonzinho
José Serra é um governador bonzinho: vai doar quatro bilhões de dólares do dinheiro do povo para as montadoras enfrentarem a "crise". Quase chorei, quando soube da notícia. Assomaram-me lágrimas aos olhos... E sabem por que ele fez isso? Para que as montadoras não demitam funcionários! Ele só pensa no povo, não é mesmo? Mas, em agosto de 2006, a Volkswagen demitiu 1.800 funcionários e o governador de São Paulo, na época o Geraldo Alckmin, também do PSDB, não deu um pio [http://noticias.uol.com.br/ultnot/economia/2006/08/29/ult1767u74609.jhtm] ! O José Serra, que se elegeu em outubro de 2006, e tomou posse em janeiro de 2007, também não deu um pio, quando assumiu o Palácio dos Bandeirantes! Nem Lula disse nada! Ou seja: os trabalhadores são prejudicados e os governos, seja do PT, seja do PSDB, se omitem. E o Governo Lula, pasmem, fez o BNDES "emprestar", em 2006, R$ 500 milhões para ajudar a fábrica da Volks em São Bernardo. E agora o governo de São Paulo dá essa mãozinha. Pois é, uma mão lava a outra: as montadoras ajudam os governadores e o presidente a se eleger e eles ajudam a Volks (e as outras montadoras) a continuar lucrando. Mas não deixa de me impressionar ver que o governo de José Serra ajuda as montadoras com tanta liberalidade mas se recusa a negociar com os policiais civis do Estado mais rico do país, que ganham, pasmem, o mais baixo salário do Brasil. A greve iniciada no dia 16 de setembro continua até hoje, e eu ainda não vi o governador José Serra mover uma palha para que a situação seja resolvida. Para o governador de São Paulo este blog concede o Troféu Cara de Pau.
.
"Loja conhecida"
Fico impressionada com a "cobertura" da mídia... Um segurança cujo nome não foi divulgado matou com um tiro, dentro de uma loja conhecida, cujo nome não foi divulgado, um cliente - cujo nome foi divulgado. Acompanhei a notícia em um canal de TV e vi o cuidado que a emissora teve (a Band ou a Record) para não divulgar o nome do segurança, não dizer em que "loja conhecida" o cliente foi assassinado e não divulgar o nome da empresa de segurança. Quando é um pobre lascado que mata alguém, a imprensa diz tudo: nome da favela, nome do pobre, nome do local do crime. E ainda filma a casa do criminoso. Mas, como a notícia envolvia as Casas Bahia, rica loja de móveis e eletrodomésticos, e a empresa Gocil, uma das maiores do ramo de segurança terceirizada de São Paulo, algumas emissoras fizeram biquinho na hora de divulgar os dados.

2 comentários:

liberdade de expressão disse...

Muito bem observado o tanto de picaretagem que temos em "nossa" imprensa.

Com relação à última parte do seu post, eu também sempre observo o cuidado da imprensa em não comprometer ou arranhar a imagem de grandes empresas. Mas quando é pobre o envolvido no crime, eles dão até o endereço do cara: fulano de tal, residente na rua tal, número tal - mesmo que nem haja confirmação da culpa, isto é, mesmo que a pessoa seja apenas um suspeito de alguma coisa.

A imprensa sabe ser ótima canonizadora, ou linchadora, dependendo dos alvos/vítimas, clientes, patrões e parceiros.

Mayalu Felix disse...

É verdade, eu concordo com você: de imparcial a grande imprensa não tem nada, é apenas uma estrutura a serviço de quem tem dinheiro.

Um abraço, volte sempre.

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo