Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

28 de mai de 2008

do Blog Repórter de Crime, de Jorge Antônio Barros


Governo Cabral já superou o de Marcello em violência policial

Não tenho dúvida de que Sérgio Cabral é um democrata, filho de um grande democrata, Sérgio Cabral, pai. Tem tradição de democracia na família. Mas infelizmente o governador terá que registrar no seu currículo uma crítica contundente feita pela Anistia Internacional, de que a atitude dele é belicosa e draconiana. O relatório da Anistia (saiba mais no Globo Online), divulgado hoje, apenas constata o que o próprio comandante-geral da PM, coronel Pitta, afirmou ontem em audiência na Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados: o clima é de guerra. E uma guerra suja. Os números de auto de resistência (supostas mortes em confronto porque agora, depois da morte do William, duvido até que todas essas mortes sejam realmente em confronto) são alarmantes - mais de 1.200 mortos só no ano passado.

O comandante da PM disse que o Rio tem 15 confrontos por dia e que o número vai aumentar. A declaração é de um conformismo absurdo, mas segue a orientação que vem de cima.

O governador Sérgio Cabral poderia ter escapado de ganhar a pecha de governador do confronto. Nem o governador Marcello Alencar, cuja polícia foi uma das mais truculentas, por conta da gratificação faroeste - que recompensava os policiais com dinheiro pelas mortes em confronto - ganhou essa fama.

Não foi por falta de advertência. Várias vezes esse blog advertiu que o governador não deveria ir para a televisão apregoar uma política de confronto pelo confronto nas comunidades pobres. Deveria botar a polícia para agir dentro da legalidade e do respeito aos direitos humanos. Mas infelizmente não é isso que tem acontecido.

Como grande parte da sociedade não reconhece mais a importância de entidades de direitos humanos como a Anistia Internacional - lamentavelmente - o governador Sérgio Cabral vai passar incólume por esse tipo de crítica. E vai continuar afirmando que a política de confronto é inevitável. Mas nós, cidadãos que respeitam a lei e os direitos humanos, não precisamos acreditar nisso. A repressão é necessária, mas a política de confronto é evitável, sim. Basta investir mais em inteligência policial.

***

Texto de Jorge Antônio Barros, publicado em seu Blog, Repórter de Crime
FOTOGRAFIA: Web
Os grifos em negrito, no texto, são nossos.

***

NOTA: O autor do artigo, gentilmente, afirma não ter dúvidas de que Sérgio Cabral "é um democrata". Eu já não tenho essa certeza: tenho dúvidas, e muitas. O Blog Repórter de Crime traz protestos contra a imoral execução do jovem William de Souza Marins, ocorrida recentemente, pela PM do Rio de Janeiro. Aqui no Blog da Maya também me uno às vozes que têm - mais que lamentado - exigido das "autoridades" o mínimo que elas têm a obrigação de fazer, agora que William já morreu e não há conserto para isso: esclareçam o caso, "autoridades", e punam exemplarmente os executores. O Blog Repórter de Crime, a partir de hoje, entra na nossa ilustre e seleta lista de blogs recomendados.

Já publicamos mais textos sobre a violenta política de extermínio do governador do Rio de Janeiro e não só dele - outros Estados parece que também adotaram como meta o extermínio de pobres e negros, sejam eles culpados ou não. Clique aqui para ler mais. Clique também no marcador Pseudodemocracia e veja outros textos.

Nenhum comentário:

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo