Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

3 de abr de 2009

Salmo 91


FOTO: St. Paul's Cathedral, Londres

Já fui a muitas igrejas de arquitetura primorosa, em alguns países da Europa e no Brasil. Em Londres, fui ao Methodist Central Hall, que tem uma estátua em bronze de John Wesley, fundador da Igreja, na entrada do templo. A igreja é toda forrado em madeira por dentro. Também tirei fotos nas escadarias da bela St. Paul's Cathedral, monumento eclesiástico da Igreja Anglicana. Fui à Notre Dame, em Paris, que deve ser patrimônio cultural e arquitetônico da humanidade, e a tantas outras, em tantas cidades. No Brasil, visitei templos com capacidade para até cinco ou seis mil pessoas. Fui a igrejas cujos bancos eram forrados de couro, em outras eram de madeira de lei polida e encerada, com genuflexório. Algumas, no púlpito, tinham uma espécie de "tanque", onde os batismos por imersão deveriam ser feitos. Outras tinham lugar para orquestra, para equipe de louvor e para pastores, com várias cadeiras de forro aveludado e encosto alto junto ao púlpito. A maioria tinha o piso coberto de mármore ou granito. Em São Luis, fui a umas duas cujos aparelhos de ar condicionado potentes deixavam o templo em temperatura agradabilíssima.

Hoje à noite fui a uma igreja numa favela, na cidade onde moro. A igreja era formada por um só cômodo, que era o templo. O lugar era pequeno, e não cabiam ali mais de 50 pessoas. Apesar do calor, não havia ventiladores, muito menos ar-condicionado. O teto era de telha de zinco, e as cadeiras eram de plástico, dessas mais baratas que podem ser compradas às dúzias em qualquer grande loja. O lugar era pequeno, não havia luxo. Não vi piano, nem teclado, nem mesmo uma guitarra. Não havia sala para jovens, nem berçário, e o único banheiro era para homens e mulheres. As pessoas que falaram não usaram palavras eruditas, e quem pregou foi uma jovem que não deve ter mais de 25 anos. Escolheu uma passagem do livro do profeta Ezequiel e disse que usou o dicionário para procurar o significado de um verbo aparentemente muito simples. Numa pregação não muito longa, a jovem fez uma análise profunda e completa a respeito do trecho lido, relacionando-o de maneira clara a outras passagens bíblicas e retirando dali significados para mim mesma impensados mas presentes, como alguém que consegue ver diferentes matizes de cor em uma tela que podem ser invisíveis a olhos leigos. Naquela igreja, pobre, simples, despretensiosa e encravada numa favela longe da minha rua, cheia de pessoas que provavelmente não compartilham meu universo profissional, intelectual ou acadêmico, fui muito abençoada e verdadeiramente alimentada.  

Nenhum comentário:

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo