Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

22 de abr de 2009

eleições na CGADB: a reflexão do pastor Mark Lemos


Tenho visto de tudo, sobre essas eleições da CGADB, e nem sei mais o que pensar. Em todos os lugares os cristãos assembleianos opinam, se manifestam, estão curiosos, perplexos e indignados.

Não há, como eu tinha pensado inicialmente, um grupo que deseje de fato mudanças profundas na CGADB. O que há, tenho observado, é disputa pelo poder, e por parte de ambos os lados. É benéfica a alternância de poder, mas se o objetivo não for rever a forma com que as AD têm se conduzido, então não valerá a pena, de fato, mudar a presidência: vamos trocar seis por meia-dúzia. 

A igreja que faz a obra de Deus de fato comparece pouco à CGADB. São as formiguinhas que saem do país ou vão para lugares ruins e difíceis fazer missões, os pregadores anônimos, os pastores que nada ganham, e muitas vezes pagam, para ver almas sendo ganhas para Cristo, as irmãs idosas que se reúnem para orar às 6h da manhã, e interecedem pela Igreja (membros, trabalhos, obras, líderes etc.). 

É realmente lamentável. Tendo a assumir posição, como já assumi, apoiando a chapa liderada pelo Pr. Samuel Câmara. Mas mesmo lá sei que há pastores que comandam suas entidades regionais há anos com mão de ferro, e têm comportamento semelhante ao atual presidente da CGADB, que está no poder há 22 anos. Conheço o trabalho de um membro da chapa do Pr. Samuel Câmara: é um pastor de Brasília que investe em missões, ação social, evangelização. Mas reconheço que todos os "lados" estão contaminados, em maior ou menor escala, pela fome do poder e do dinheiro. É lamentável, mesmo. Leiam os textos abaixo. E que Deus tenha piedade de nós.


De todos os blogueiros assembleianos, eu fui um dos poucos que não escreveu absolutamente nada sobre a 39º AGO. Antes, me limitei a ler as postagens, quase sempre falando mal deste ou daquele candidato, sem nunca mencionar suas virtudes. Houve muito sensacionalismo. Certo pastor assembleiano publicou uma “notícia”, que recebeu por telefone. Segundo ele, um amigo (que ele não revelou o nome) disse que os pastores de uma determinada região (que ele não revelou qual é) estavam sendo ameaçados de punição, caso não votassem. Ele também não quis revelar o autor das ameaças: faltou-lhe coragem para dar nome aos bois.

Verdade seja dita: quase tudo que se falou sobre a AGO de Vitória – ES, foi puro Jabá: bastava incluir a sigla CGADB no título da postagem para garantir sucesso nas buscas do google e aumentar o contador de visitas. Conteúdo que é bom, necas! Gostei do artigo do Victor Leonardo, no blog Geração que Lamba. Mas quando parecia que finalmente alguém havia escrito algo decente, censuraram o blogueiro. Parece que o pessoal da “Igreja Mãe” não gostou das idéias do rapaz, e o coagiu retirar a postagem.

De todos os artigos que li sobre as eleições da nossa “querida” convenção, o mais sensato e inteligente comentário foi do Pastor Mark Lemos, que estreou na blogosfera com um artigo com o título “Lamentável!”. Mesmo sabendo que as eleições convencionais serão amanhã, e que a maioria dos ministros estão viajando à Vitória neste exato momento, gostaria de re-postar o artigo do Pr. Mark para a apreciação dos colegas convencionais. Hoje vivo no Peru, país onde sou missionário, e não poderei comparecer às urnas. Mas, para ser sincero, mesmo que eu estivesse no Brasil, não compareceria a esta eleição. É uma vergonha que uma convenção com milhares de ministros, tenha apenas 2 candidatos à presidencia e só duas chapas disputando a liderança. Não, definitivamente eu não iria à Vitória. Dedicaria meu dia a um fim mais nobre, daria um passeio com a família na praça... Mas não iria à Vitória assistir a gladiadores políticos lutando pelo poder. Meus motivos? O Pastor Mark bem os expressa no texto à seguir. Como eu queria ter escrito um texto assim, mas faltou-me experiência e autoridade para opinar sobre tão importante tema:


"Ao escrever essas linhas, é com sentimento de tristeza que reflito sobre a 39ª Assembléia Geral Ordinária da CGADB.

Recebi a notícia de que quase 17.000 pastores inscreveram-se para participar da próxima AGO em Vitória-ES. Confesso que estou triste não pela quantidade de pastores (ministros), mas sim pela aparente motivação que leva a maioria dos mesmos a esta Convenção Geral. Se não houvesse eleições este ano e a AGO fosse convocada para uma semana de reflexão, jejum e oração; ficaria surpreso se o número de inscritos passasse de 2.000.

Nos últimos 2 anos (final de 2006 ao término de 2008) o numero de pastores consagrados subiu quase 50% (dados oficiais). Estas consagrações não ocorreram porque houve a necessidade de mais pastores dado a proporção do crescimento em 50% da denominação. Seria ingenuidade da minha parte crer nisto. Essas consagrações se deram em sua maioria por necessidade de mais votos! Durante a última AGO da convenção a que pertenço, COMADESPE, em Janeiro deste ano, o presidente da CGADB trouxe a palavra devocional no último dia e durante a sua palavra incentivou todos os pastores a irem a Vitória para votarem, dizendo que “apenas perderiam um dia. Sairiam de São Paulo na Quarta-Feira à noite, amanheceriam em Vitória na Quinta-Feira, votariam e poderiam voltar a São Paulo no mesmo dia”. Se este “circo político” não for desarmado, não me surpreenderei se na AGO de 2013 tivermos 30.000 pastores inscritos e realizarmos nossas plenárias no Morumbi, Maracanã ou outra praça de esportes do nosso país.

Dados obtidos extra-oficialmente nos bastidores dos candidatos na campanha eleitoral pela presidência da CGADB em 2007 apontam que mais de 5 milhões de reais foram gastos em função de uma eleição. Se fizermos a projeção para esta eleição os valores passam de 10 milhões de reais. Eu pergunto ao leitor, o que poderia ser feito para o Reino de Deus com todo esse dinheiro? Quantos templos poderiam ser construídos? 150 templos com capacidade para 300 pessoas, abrigando 45 mil crentes. Quantas famílias de missionários poderiam ser sustentadas no campo missionário por 2 anos? Poderíamos sustentar 312 famílias com um salário médio de R$ 4.000,00 mensais. Quantas Bíblias poderiam ser distribuídas com objetivo evangelístico? 1 milhão de pessoas receberiam uma Bíblia gratuitamente. Quantas cruzadas evangelísticas de grande porte poderiam ser realizadas no Brasil? 30 grandes cruzadas poderiam ser realizadas custando R$ 500.000,00 cada uma. Somando-se a isso, muitas outras coisas poderiam ser feitas que produziriam resultados diretos. Mas parece que estes “bons costumes” de evangelizar, construir mais igrejas, fazer missões e ver almas salvas estão em baixa. Precisamos revisitar Atos dos Apóstolos e reconsiderar nossas práticas à luz do propósito original da Igreja.

Sou filiado a CGADB desde 1984 e nos últimos anos tenho observado o caráter extremamente político que nossa convenção tem tomado. A situação e oposição consomem boa parte de seu tempo e energias tentando se manter ou assumir o poder, enquanto questões fundamentais não são abordadas. Com muita rapidez foi formado um Conselho Político que não consegui ate hoje entender sua real finalidade. No entanto, não temos ainda um departamento de Jovens, Infantil e Senhoras. Estes departamentos em nível de CGADB poderiam desenvolver estratégias evangelísticas e oferecer apoio às igrejas da denominação para alcançar este grande segmento de nossa sociedade para Cristo. A maior parte de nossas igrejas tem uma campanha do quilo, mas em nível de denominação não temos um departamento de ajuda humanitária para prestar auxilio a população em momentos de crise e catástrofes, e quando estas acontecem são feitas mobilizações de última hora que surtem pouco efeito e parecem mais uma campanha de marketing denominacional.

Quando surgem divergências de pensamento e opiniões (que ocorrem normalmente em qualquer organização) ao invés de resolvê-las a volta da mesa da cozinha com oração e amor cristão, vamos para a televisão lavar nossa roupa suja em rede nacional, mostrando ao mundo uma imagem negativa sobre a igreja.

O meu desejo para nós pastores da CGADB é que a oração sacerdotal de Cristo se cumpra em nossas vidas (Jo 17)".

2 comentários:

Danilo Sergio Pallar Lemos disse...

Parabêns pelo blog. Na verdade a CGADB, tornou-se uma convenção politica e digna de pena pelas atitudes que estão ocorrendo.
Acesse meu blog. www.vivendoteologia.blogspot.com

Mayalu Moreira Felix disse...

É verdade, Danilo. A CGADB afunda... E quanto mais se mexe ali, mais fede... É "fé demais"...

Obrigada por seu elogio, vou visitar seu blog.

Um abraço,

Maya

:(

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo