Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

4 de fev de 2009

Islã cresce na periferia das cidades do Brasil
Jovens negros tornam-se ativistas islâmicos como resposta à desigualdade racial. O que pensam e o que querem os muçulmanos do gueto
ELIANE BRUM
Marcelo Min
O ISLÃ NA LAJE 
Carlos Soares Correia virou Honerê Al-Amin Oadq. Ele é um dos principais divulgadores muçulmanos do ABC paulista. Na foto, na periferia de São Bernardo do Campo, onde vive, reza e faz política

Cinco vezes ao dia, os olhos ultrapassam o concreto de ruas irregulares, carentes de esgoto e de cidadania, e buscam Meca, no outro lado do mundo. É longe e, para a maioria dos brasileiros, exótico. Para homens como Honerê, Malik e Sharif, é o mais perto que conseguiram chegar de si mesmos. Eles já foram Carlos, Paulo e Ridson. Converteram-se ao islã e forjaram uma nova identidade. São pobres, são negros e, agora, são muçulmanos. Quando buscam o coração islâmico do mundo com a mente, acreditam que oAlcorão é a resposta para o que definem como um projeto de extermínio da juventude afro-brasileira: nas mãos da polícia, na guerra do tráfico, na falta de acesso à educação e à saúde. Homens como eles têm divulgado o islã nas periferias do país, especialmente em São Paulo, como instrumento de transformação política. E preparam-se para levar a mensagem do profeta Maomé aos presos nas cadeias. Ao cravar a bandeira do islã no alto da laje, vislumbram um estado muçulmano no horizonte do Brasil. E, ao explicar sua escolha, repetem uma frase com o queixo contraído e o orgulho no olhar: “Um muçulmano só baixa a cabeça para Alá – e para mais ninguém”.

Honerê, da periferia de São Bernardo do Campo, converteu Malik, da periferia de Francisco Morato, que converteu Sharif, da periferia de Taboão, que vem convertendo outros tantos. É assim que o islã cresce no anel periférico da Grande São Paulo. Os novos muçulmanos não são numerosos, mas sua presença é forte e cada vez mais constante. Nos eventos culturais ou políticos dos guetos, há sempre algumas takiahs cobrindo a cabeça de filhos do islã cheios de atitude. Há brancos, mas a maioria é negra. “O islã não cresce de baciada, mas com qualidade e com pessoas que sabem o que estão fazendo”, diz o rapper Honerê Al-Amin Oadq, na carteira de identidade Carlos Soares Correia, de 31 anos. “Em cada quebrada, alguém me aborda: ‘Já ouvi falar de você e quero conhecer o islã’. É nossa postura que divulga a religião. O islã cresce pela consciência e pelo exemplo.”

Em São Paulo, estima-se em centenas o número de brasileiros convertidos nas periferias nos últimos anos. No país, chegariam aos milhares. O número total de muçulmanos no Brasil é confuso. Pelo censo de 2000, haveria pouco mais de 27 mil adeptos. Pelas entidades islâmicas, o número varia entre 700 mil e 3 milhões. A diferença é um abismo que torna a presença do islã no Brasil uma incógnita. A verdade é que, até esta década, não havia interesse em estender uma lupa sobre uma religião que despertava mais atenção em novelas como O clone que no noticiário.

O muçulmano Feres Fares, divulgador fervoroso do islamismo, tem viajado pelo Brasil para fazer um levantamento das mesquitas e mussalas (espécie de capela). Ele apresenta dados impressionantes. Nos últimos oito anos, o número de locais de oração teria quase quadruplicado no país: de 32, em 2000, para 127, em 2008. Surgiram mesquitas até mesmo em Estados do Norte, como Amapá, Amazonas e Roraima.

Autor do livro Os muçulmanos no Brasil, o xeque iraquiano Ishan Mohammad Ali Kalandar afirma que, depois do 11 de setembro, aumentou muito o número de conversões. “Os brasileiros tomaram conhecimento da religião”, diz. “E o islã sempre foi acolhido primeiro pelos mais pobres.”

Na interpretação de Ali Hussein El Zoghbi, diretor da Federação das Associações Muçulmanas do Brasil e conselheiro da União Nacional das Entidades Islâmicas, três fatores são fundamentais para entender o fenômeno: o cruzamento de ícones do islamismo com personalidades importantes da história do movimento negro, o acesso a informações instantâneas garantido pela internet e a melhoria na estrutura das entidades brasileiras. “Os filhos dos árabes que chegaram ao Brasil no pós-guerra reuniram mais condições e conhecimento. Isso permitiu nos últimos anos o aumento do proselitismo e uma aproximação maior com a cultura brasileira”, afirma.

Para ler a reportagem inteira, clique aqui!

***

Pois é, nos anos 60 os jovens eram cristãos e enfrentavam o racismo. Aderiam à não-violência, ofereciam a outra face, eram imitadores de Cristo. E assim venceram a barreira do apartheid nos EUA. O próprio Mandela, na África do Sul, permaneceu 18 anos preso. Hoje, ao contrário, vencer o racismo - ou coisa que o valha, porque o mundo já mudou muito e hoje não vigora nem 10% da discriminação que existia há 30, 40 anos - passa pelo sim à violência. Prova disso é a admiração dos jovens por uma religião que age, em todo o mundo, por meio da violência, o que é não só justificado como prescrito no livro sagrado do islamismo. É duro ver alguém se orgulhar de só baixar a cabeça para Alá. Jesus disse: quem quiser ser o maior, sirva a todos. Se alguém ofender você, seja humilde. Mas o Islã incentiva seus religiosos - ao menos, pelo que posso perceber, nessa versão brasileira - a ser intolerantes e arrogantes, a dar o troco na mesma moeda. Saudades do pastor Martin Luther King, que tanto valor e dignidade deu à luta contra o racismo nos EUA sem precisar, para isso, fazer apologia da violência.

2 comentários:

Thalles disse...

Salam (Paz)
Seu comentário foi ridículo minha cara...é incrível sua falta de conhecimento sobre o Islã.
Sou Mulçumano e posso dizer a você que o Islã abomina a violência! Uma das frases que eu mais leio em meu Alcorão é "Allah despreza os Agressores"(Vale lembrar que Allah é uma palavra Árabe que significa Deus Único).
Somos ensinados desde cedo a sermos tremendamente tolerantes...inclusive com pessoas ignorantes que constantemente atacam nossa religião nos chamando de Violentos e Terroristas.
Sobre o "Não se curvar a não ser para Allah" surge porquê Allah nos mandou não ter nenhum senhor além dele! A Hierarquia existe(Tudo merece Ordem), mas, como o Profeta Mohammed (Salala ho Aleihi Wassalaam) falou em um Hadith(Dizer, Conselho, Preceito):
(era mais ou menos assim a tradução) "Tolo aquele que se acha superior ao seu Irmão".
Então, e se eu te falar que o 4° Pilar do Islã (São 5, esse fica depois do Testemunho[Testemunhar que não Há Outro Deus se não Allah], Oração e o Jejum) é a Caridade em Segredo?
Como Alguém Soberbo pratica a Caridade?
Como Alguém que odeia agressores, dá no mínimo 2,5% do seu lucro aos pobres, trata todos os Humanos Igualmente, Ser Humilde com todos e ser tolerante ao máximo pode ser Soberbo, Violento e Arrogante?
Você sabia que Malcom X era Mulçumano dos mais fanáticos? E você sabia que o Pai do Barack Obama também é Mulçumano? E você já viu o discurso de elogio de Obama ao Islã, junto com um pedido de desculpas PELAS MENTIRAS JOGADAS NA TV CONTRA O ISLÃ? Pode procurar...você vai achar tudo.
Você sabia que JESUS É UM PROFETA NO ISLÃ E QUE SOMOS OBRIGADOS A SEGUIR TODOS OS SEUS PRECEITOS E O EVANGELHO? Sim, bem como o Velho Testamento(Torah)...
Sabia, que dentro da Ummah (Comunidade, ou seja, Comunidade Islãmica) o Taliban é algo completamente Depravável?
Sabia que no Islã o Suicídio é pecado?
PESQUISE antes de falar algo.
Te convido à Conhecer o Islã, a Religião de Abraão! Vá a uma Mesquita, Converse com Mulçumanos ou mesmo me add no MSN ou mande um Email com suas dúvidas:
saxo2508@hotmail.com
E também te convido a deletar esse Post cercado pela Ignorância!
Inshallah(Se Allah Quizer), você vai ser iluminada ao ler esse Comentário.
A Salam Aleikum (Que a Paz Esteja Acima de Nós)
P.S: Se escrevi esse post, é porquê prezo pelo seu conhecimento...se fosse violento como você diz, teria te agredido(Aliás,eu nem seria o agressor...).

Thalles disse...

Salam (Paz)
Seu comentário foi ridículo minha cara...é incrível sua falta de conhecimento sobre o Islã.
Sou Mulçumano e posso dizer a você que o Islã abomina a violência! Uma das frases que eu mais leio em meu Alcorão é "Allah despreza os Agressores"(Vale lembrar que Allah é uma palavra Árabe que significa Deus Único).
Somos ensinados desde cedo a sermos tremendamente tolerantes...inclusive com pessoas ignorantes que constantemente atacam nossa religião nos chamando de Violentos e Terroristas.
Sobre o "Não se curvar a não ser para Allah" surge porquê Allah nos mandou não ter nenhum senhor além dele! A Hierarquia existe(Tudo merece Ordem), mas, como o Profeta Mohammed (Salala ho Aleihi Wassalaam) falou em um Hadith(Dizer, Conselho, Preceito):
(era mais ou menos assim a tradução) "Tolo aquele que se acha superior ao seu Irmão".
Então, e se eu te falar que o 4° Pilar do Islã (São 5, esse fica depois do Testemunho[Testemunhar que não Há Outro Deus se não Allah], Oração e o Jejum) é a Caridade em Segredo?
Como Alguém Soberbo pratica a Caridade?
Como Alguém que odeia agressores, dá no mínimo 2,5% do seu lucro aos pobres, trata todos os Humanos Igualmente, Ser Humilde com todos e ser tolerante ao máximo pode ser Soberbo, Violento e Arrogante?
Você sabia que Malcom X era Mulçumano dos mais fanáticos? E você sabia que o Pai do Barack Obama também é Mulçumano? E você já viu o discurso de elogio de Obama ao Islã, junto com um pedido de desculpas PELAS MENTIRAS JOGADAS NA TV CONTRA O ISLÃ? Pode procurar...você vai achar tudo.
Você sabia que JESUS É UM PROFETA NO ISLÃ E QUE SOMOS OBRIGADOS A SEGUIR TODOS OS SEUS PRECEITOS E O EVANGELHO? Sim, bem como o Velho Testamento(Torah)...
Sabia, que dentro da Ummah (Comunidade, ou seja, Comunidade Islãmica) o Taliban é algo completamente Depravável?
Sabia que no Islã o Suicídio é pecado?
PESQUISE antes de falar algo.
Te convido à Conhecer o Islã, a Religião de Abraão! Vá a uma Mesquita, Converse com Mulçumanos ou mesmo me add no MSN ou mande um Email com suas dúvidas:
saxo2508@hotmail.com
E também te convido a deletar esse Post cercado pela Ignorância!
Inshallah(Se Allah Quizer), você vai ser iluminada ao ler esse Comentário.
A Salam Aleikum (Que a Paz Esteja Acima de Nós)
P.S: Se escrevi esse post, é porquê prezo pelo seu conhecimento...se fosse violento como você diz, teria te agredido(Aliás,eu nem seria o agressor...).

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo