Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

4 de jan de 2008

entrevista com o Timothy



Entrevista com Timothy Mulholland

Atendendo a alguns pedidos, vou colocar aki a entrevista q fiz com o reitor, pra aula da celia. e tbm para akeles que nao puderam ler antes de ser entregue pra prof. [entrevista concedida a Daniel Obregón, aluno da FAC/UnB]

Timothy Mulholland, 55 anos, nasceu nos Estados Unidos e é naturalizado brasileiro. Professor da UnB desde 1976, o professor se mudou para o Brasil com apenas dois anos de idade para o interior do Piauí. O professor cursou Psicologia na Universidade da Califórnia e com apenas 21 anos ingressou no Programa de doutorado da Universidade de Pittsburgh na área de processos cognitivos. Com muitos trabalhos científicos publicados, participou intensamente da atividade científica em sua área no país. Foi diretor da Editora UnB entre 1985 e 1989, e chefe de gabinete do reitor João Cláudio Todorov. De 1997 a 2005 exerceu o cargo de vice-reitor na gestão do professor Lauro Morhy.

Reitor Timothy Mulholland, gostaria desde já agradecer por essa entrevista, sei que sua agenda anda muito cheia.
Eu é que agradeço por essa oportunidade de poder conversar com você, sou um grande fã dos seus vídeos e fotos, e pode me chamar de Timothy mesmo.

Tudo bem então, Timothy. Gostaria de saber qual sua formação, quando e onde foi?
Estudei Psicologia na Universidade da Califórnia e com 21 anos ingressei no programa de doutorado da Universidade de Pittsburgh na área de processos cognitivos.

Ih, Pittsburgh? Como se soletra isso??
P-I-T-T-S-B-U-R-G-H

Quanto à volta as aulas agora em janeiro, o Sr. acha que a universidade já voltou ao normal?
Sr. não, me chame de você mesmo. Eu acho que a instituição já está dentro da normalidade. Mas admito que não é fácil retomar as atividades nessa época do ano, pois a cultura brasileira estabelece que janeiro é sinônimo de férias. Mas acho que tudo voltará ao normal só depois do carnaval, mesmo não sendo brasileiro, já estou careca de saber que o brasileiro só começa o ano depois do carnaval.

Já que o Sr., digo VOCÊ, tocou no assunto da calvice, gostaria de esclarecer se é dos carecas que elas gostam mais?
Que isso fique só aqui entre nós, mas quando eu era um pouco mais jovem, eu abafava!! Pegava todos os brotos. Mas hoje já não penso mais nisso, tenho dois filhos, sou reitor da UnB. Quando eu era mais novo, eu era uma brasa mora? Porém, com pouco cabelo, mas acho que era por isso que fazia muito sucesso. Por que você não raspa a cabeça? Ia fazer muito sucesso.

Hahahaha. Já passei por isso, e acho que não foi uma boa experiência. Você falou ai sobre filhos, não pude deixar de lembrar daquela velha pergunta: o pai do padre é filho único do meu pai, o que é que eu sou do padre?
Prefiro não responder.

Ihh.. vai lá, tenta ai! Se acertar ganha uma balinha e um pirulito!
Seria você tio do padre?

Que pena, você errou, mas por falar em pirulito, você que é um cara culto e inteligente me responda: pirulito que bate bate, ainda bate ou já bateu?
Bem, essa é batata! Dependendo do ponto de vista, ele ainda pode estar batendo pois em um campo físico ideal em que não há nada... um vácuo completo... mas se tem vácuo... há alguma coisa... então.. não tem como não haver algo sem nada de fato. Enfim, em um lugar idealmente místico, ele ainda pode estar batendo, pois como todos sabemos dos princípios de Galileu... ops... não era esse... era quem mesmo? A propósito, qual era a pergunta?É melhor mudar de assunto.
.
Por falar em batata, já diria o poeta: “batatinha quando nasce, se esparrama pelo chão”. Procede essa informação?
Certa vez andei indagando sobre a possibilidade das batatinhas se esparramarem ou não quando nascem, e cheguei a seguinte conclusão: SIM, ELAS SE ESPARRAMAM, é claro se estiver nas CNTP's e em um campo de plantação de batatas americanas ideais, mas como nada nessa vida é ideal, essa história de batatinha se esparramar é um mito!
.
Mas mudando de assunto, eu tinha dois cachorros o Pete e o repete, o Pete morreu qual q sobrou?
REPETE.

Reitor, eu tinha dois cachorros o Pete e o repete, o Pete morreu qual q sobrou?
REPETE.

É, acho q já basta.

Reitor Timothy, agora bate-bola, jogo rápido:

Qual a cor do cavalo branco de Napoleão?
Castanho escuro tendendo para o preto.
A pia pinga, o pinto pia. Quanto mais a pia pinga, mais o pinto pia?
Depende, considerando o pinto uma ave, e a pia...
Tempo esgotado.O cavalo relincha; o pinto, pia; a vaca muge; e o tempo urge... como seria isso? Tic-tac, tic-tac.
Uma segunda chance. O padre é irmão do meu tio, filho do padeiro, amigo da cozinheira da escola, broder da costureira que é cunhada do açougueiro, irmão do pintor (vulgo Zezinho), primo em 2º grau do motorista de ônibus. Quem sou eu?
O Padre Quevedo.
(ITA-99) Em um dia de sol, em Brasília, (Long 45º54', Lat 15º98') um motorista de massa igual a 67 kg dirigia um carro de massa 981 kg em uma certa curva de raio 15,432789 dm³/ln54 dm². Após percorrer 12/494 oitavos da mesma curva em função de x = cos78º + isen78º no plano de Argaund-gauss, o motorista reconhece uma vaca, de massa 645 kg , em sua trajetória. Sabendo que a distância entre a retina do motorista e o lobo frontal do cérebro é de aproximadamente: 15 cm, e considerando g=9,87633log432 m/s², índice de refração do ar=1, π = 3,1415178919 coeficiente de atrito dos pneus 123,321 kj/mol cm², intensidade solar de 423 Candela, Coeficiente de maciez do banco do carona do carro=123preguiças/pescoço, e raio da terra 31312783219732173 km pergunta-se:a) Qual a intensidade do susto da vaca?
Hmm... ééé...
Péééhhh, tempo esgotado, a resposta seria 22,4!
Última pergunta. Qual a velocidade do tempo?
1 segundo/segundo
Caramba, mandou bem hein!? Calculou agora, de cabeça?
Não não, tá escrito ai na sua folha...

: P
***
NOTA: O Timothy é um amigo querido, e essa entrevista é a cara dele, pra quem o conhece... Esclarecendo: Seus pais, Dewey e Edith, vieram para o Brasil ser missionários. Depois, foram para Brasília e fundaram o Seminário Teológico Batista. Hoje moram na Califórnia, EUA. Já estão velhinhos. O Timothy foi o único filho que ficou no Brasil. Ele ajudou a implantar o sistema de cotas na UnB. É uma pessoa rara, gosto muito dele.
.
SITE DA UnB: http://www.unb.br/

Nenhum comentário:

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo