Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

22 de jan de 2008

economia doméstica universitária


Economia doméstica universitária‏


De: Davi Miranda (etc.etc.etc.@gmail.com)
Enviada: terça-feira, 22 de janeiro de 2008 3:16:08
Para: Sala Virtual de Letras (letras_unb@yahoogrupos.com.br)


Pessoal,

Segue abaixo texto que seria publicado num remoto número d'Os Sacripantas (zine das Letras que desapareceu em meados de 2006) mas que pode ter utilidade para alguns momentos estressantes do cotidiano.

Economia doméstica universitária:

Dicas para retirar manchas inconvenientes (que redundância... qual mancha não é inconveniente?)

Este artigo é resultado de anos de pesquisa e experiências mal-sucedidas de um estudante da UnB na área das Ciências Econômicas Domésticas.

Tenha estas recomendações sempre à mão (literalmente), pois na hora que o bicho pegar (quer dizer, manchar) você pode ficar sem saber o que fazer se não tiver por perto as informações aqui contidas.

Ao utilizar qualquer solução tira-manchas de roupas ou tecidos, aconselha-se antes fazer um teste numa ponta mais escondida da roupa, pra ver o resultado - isto é, antes que resulte numa merda maior ainda. Se a roupa desbotar após a aplicação ou após retirada a mancha, é só lavar o ponto atingido com uma mistura de duas partes de água para uma parte de vinagre.

Ao limpar a mancha de uma roupa, procure estender a parte manchada sobre um mata-borrão ou um outro tecido para que o líquido empregado na limpeza não se espalhe muito.

Se ficou um círculo em volta da mancha já tratada, apenas estenda esta parte esticada sobre um vapor de água fervendo... resolve na maioria dos casos.

CASOS MAIS COMUNS

Ovo no calouro
Mal acabou de descobrir que passou no vestibular, você vira pro lado e leva uma ovada na cara, ou melhor, na roupa. Assim que der conta de chegar em casa, lave com água fria e sabão; jamais use água quente, porque aí é que a mancha fica de vez na roupa mesmo. Algumas lavadeiras do Entorno dizem que fazer uma pasta de sal (sal com gotas de água) também dão conta do recado.

Trote: rabiscos de esferográfica
Veterano te rabiscou aquela tua roupa maneira? Basta esfregar a mancha com álcool puro ou álcool canforado. Se você for mulher e tiver laquê de cabelo, borrife um pouco disso na mancha até ela sumir. Deixe secar. Ainda não saiu? Insista mais um pouquinho até ela desaparecer... só cuidado pra não fazer desaparecer a cor da roupa também!

Dando o sangue pelo Movimento
E aí, militante do movimento estudantil, foi à passeata protestar e levou uma surra do Aparelho Repressor do Estado? Se você está atrás de tirar a mancha é porque sobreviveu, parabéns! Aproveite sua segunda chance e ponha água morna com sabão, ou então água oxigenada. Água fria ou sal de cozinha também rola. Se nada disso adiantar, relaxe pois vermelho (ainda) é a cor da esquerda.

Cafezinho derramado
A Lei de Murphy confirma: sempre tem um infeliz bem ali, esperando só você pegar um copinho de café pra esbarrar contigo logo em seguida: "Xiiii... Discupa aê, foi mal..." Se desculpa tirasse mancha, você não precisaria de água morna, glicerina ou água oxigenada pra isso. É o que dá conta do recado.

Gordura, fritura & cia.
Pediu aqueeele X-Tudo, comeu que nem um animal e se lambuzou todo? Tsc, tsc, tsc... O local lambuzado deve ser colocado entre dois mata-borrões. Isto feito, passe com ferro quente. Depois é só passar benzina, amoníaco ou talco. Como? Pô, sei lá o que é e muito menos onde tem, pede pra tua vizinha que é mais safa que você!

Baton da outra
Embora você seja casado, tenha namorada ou coisa parecida, não passa de um galinha e precisa dar um jeito de tirar logo aquelas marcas de baton deixadas pela outra antes que ELA veja. Se prepara que tu vai ter trabalho, mané! Se a mancha for recente, deixe-a de molho em um pouco de leite quente e depois vá esfregando sabão de côco, usando esse mesmo leite, lavando com água pura depois que a mancha sumir. Se não tiver nada disso por perto, da próxima vez resista e seja fiel (ou leve outra roupa junto).

(en)Graxa(do)
Conforme a Lei de Murphy, manchas de graxa surgem naquelas partes da roupa que ficam justamente fora de seu ângulo de visão - o que significa que alguém vai olhar e descobri-las antes de você e ainda tirar um sarro da sua cara. Se a sua reputação também não tiver sido manchada, primeiro retire o excesso (eca!) com uma lâmina; em seguida, dilua a mancha com uma substância gordurosa e, em seguida, passe benzina.

Mercúrio-Cromo
Para sua total remoção deve-se friccionar a parte manchada com um algodão embebido em água oxigenada ou água sanitária, repetindo a esfregação até a mancha sumir; mas faça isso delicadamente, se não o que vai acabar sumindo é a sua roupa.

Cal do mal
Corre, meu irmão, corre porque se tu num tirar essa mancha logo ela vai comer o tecido todo. Mancha de cal é caótica. Água e sabão resolve. Ou então um pouquinho de vinagre branco ou suco de limão; em seguida, lavar com bastante água.

-- Davi

Quero viver até o fim o que me cabe
[Maiakovski]

***

NOTA: Quando eu crescer quero ser como o Davi Miranda e seu "Vigotsky puro". : )

Nenhum comentário:

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo