Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

13 de nov de 2007

1408

Este não é o John Cusack

Acabei de vir do cinema, assisti o 1408, com o John Cusack. Samuel L. Jackson também está no horror 1408, baseado em uma história do escritor americano Stephen King (O Iluminado; A Coisa; Carrie, a Estranha). Eu gostei do filme, e só fui ver porque tinha o Stephen King no meio da história. Li alguma coisa do Stephen King, do Lovecraft, de outros cujos nomes não me vêm agora. Que coisa mais besta, eu tinha medo depois de ler as histórias! E nessa época eu já tinha mais de 18 anos. Quando eu era pequena acreditava que embaixo da cama tinha alguma "coisa", às vezes ficava entre a cruz e a espada: "Vou ou não vou ao banheiro?" Antes de dormir, com muita coragem, às vezes olhava se havia alguma "coisa", realmente, naquele espaço sinistro. Constatada a ausência de qualquer criatura maléfica, eu dormia.

No final do filme eu chorei, que sensação de que me arrancaram algo e eu não o alcanço mais! A busca do personagem principal, todo o tempo, é por uma resposta. Ele quer saber se pode rever, entrar em contato, falar com sua filha, já morta. É esse o leitmotiv da trama. Após uma aparente resposta, ocorre a volta ao equilíbrio (chamamos de equilíbrio inicial, que é rompido logo que há o conflito, para que as peripécias possam ocorrer e fazer do herói... o herói), antecessor do conflito na ordem canônica das narrações. Poderia falar mais e mais sobre o filme, a trama, as marcas claramente "psicanalíticas" do que "via" o personagem principal... O sentido do "nonsense"... Mas que cada um veja...

Termino aqui, afirmando, para que Deus me ouça: Eu entraria no 1408 pra rever meu irmão. Se isso fosse possível, eu entraria. Se eu pudesse falar com ele por cinco minutos, se eu pudesse revê-lo, se eu pudesse dizer alguma coisa, as últimas palavras, uma recomendação, uma justificativa, um porquê, um pedido de perdão, um abraço final, que não houve. Deus, por favor, me deixe entrar no 1408.

Quem muito busca a morte tem sede de tanta vida que a vida só não dá jeito.

***
São Luis, 12 de novembro de 2007, 14:08
Maya Felix

Nenhum comentário:

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo