Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

3 de jul de 2009

carta ao pastor altair germano

Prezado pastor Altair Germano,

Desde que iniciei meu blog, praticamente, tenho contado com seu apoio, incluindo-me entre seus blogs preferidos (o link para seu blog também há muito está entre os meus prediletos) e, vez por outra, comentando alguma postagem minha. Com frequência, visito seu blog, e me interesso por suas postagens e ideias. Entretanto, e creio ser necessário divulgar isso, desde que começou a campanha para as eleições da diretoria da CGADB, nas quais o sr. se engajou a favor do candidato José Wellington, o vencedor da disputa, penso que tanto suas postagens mudaram de tom quanto sua atitude, diante de comentários contrários ao que o sr. pensa e ao modo como tem administrado seu blog, transformou-se.

Como alguns podem ter percebido, meu blog, humildemente (porque não voto nem tenho nenhum poder de influência sobre qualquer votante) apoiou o pr. Samuel Câmara, nessas eleições, sobretudo tendo em vista o fato de que há 22 anos a mesma pessoa, pr. José Wellington, ocupa o poder da entidade. Entretanto, meu apoio não fez de mim uma escrava do que porventura pudesse considerar errado em atitudes ou palavras do pr. Samuel Câmara. Sinto-me livre para apoiá-lo e para criticá-lo, assim como me sinto livre, agora, para escrever esta carta e, respeitosamente, tecer considerações sobre o que considero injusto em alguém que, constantemente, fala de justiça e diz agir para que ela ocorra.

Não pelo fato de o sr. apoiar o pr. José Wellington venho aqui escrever esta mensagem, mas pelo fato de o sr., sistematicamente, postar em seu blog o que eu considero não condizente com atitudes que um homem de Deus deveria ter. Por isso, escrevi alguns comentários acerca de textos seus e os enviei para o sr. Entretanto, eles não foram publicados. Por fim, fiz ontem um comentário que, mais uma vez, não foi publicado. Foi o último comentário que eu enviei ao seu blog, pastor, e provavelmente também minhas visitas a ele cessarão.

O sr. fala de "repensar a prática" da Igreja, em uma de suas postagens, o que é muito importante, mas continua a praticar o mesmo jogo eleitoral rasteiro comigo e, quem sabe, outros leitores seus que discordam de suas ideias. Agora, o sr. promove a discórdia entre o pr. Samuel Câmara e seu opositor, em Belém, e sabe muito bem que faz isso com fins políticos claros, de enfraquecer a influência de Samuel no Pará e expor suas mazelas. O sr. faz exatamente a mesma coisa que criticou no pr. Samuel Câmara, com uma diferença: parece-me que na gestão (ou nas gestões, já que também são muitas) do pr. Samuel Câmara, seja em que Convenção for, não há cheques sem fundos nem escândalos financeiros que destroem a moral e a confiabilidade de um líder, como no caso do pr. José Wellington, mas acerca disso o sr. também não comenta. Sabe, pastor Altair, isso tudo é realmente abominável. Em um texto anterior, o pr. Mark Lemos já havia ressaltado que suas postagens são tendenciosas, mas naquela época eu não percebi que, além de tendenciosas, omitem comentários de leitores, silenciam fatos, agem de modo aparentemente não-intencional quando, na verdade, tomam partido com clareza. E isso é lamentável, pois, segundo suas palavras, "as informações passadas deveriam ser regidas por moderação e neutralidade. A ausência dessas coisas geralmente compromete nossas palavras." Delírios, diria o pr. Mark, porque o sr. não é, nem talvez jamais tenha sido, "neutro", muito menos "moderado". Eu, como leitora (na verdade, possivelmente uma ex-leitora), e quem sabe os outros, por lerem e acompanharem seu blog, deveriam ser mais respeitados logo que expressam opinião, mesmo sendo esta discordante da sua: o debate talvez seja mais interessante que o silêncio. É verdade que o blog é seu, e o sr. tem o direito de ocultar informações e suprimir comentários, como penso que está fazendo, mas, como este blog aqui é meu, eu me acho no direito de trazer algumas delas à luz.

Reitero que continuo, de modo respeitoso, a amá-lo em Cristo, desejando que o jogo político, seja de que lado for, não o contamine por completo. Muitas causas nos parecem justas, mas nem sempre os meios para atingi-las o são, e quando nos damos conta disso a lama já chegou ao pescoço. Desejar que as AD continuem num propósito "puro", biblicamente falando, é louvável. Rejeitar modismos e ameaças às tradições das AD é igualmente digno de admiração, mas fazer meia justiça, como eu disse no comentário que o sr. não publicou, é fazer injustiça, e injustiça inteira.

Segue, abaixo, meu comentário à sua postagem "Festejar e repensar a prática, eis a questão!", na qual o sr. diz:

"[...] A igreja não vive de aparência, vive da essência de Deus, vive do verdadeiro amor. Do amor que faz despretensiosamente, que faz para a glória de Deus. Se não repensarmos a nossa prática cristã, o Espírito se entristecerá e se retirará, cessando assim as mensagens ungidas, as salvações em massa, os batismos com o Espírito Santo, as curas divinas, os milagres, as visões, as profecias, as grandes festas. Se não repensarmos urgentemente a nossa prática (não me refiro a uma igreja ou Convenção especificamente) só haverá lembranças. Só restará um silêncio morbido e um vazio (interior e exterior) angustiante. [...]"

Link: http://www.altairgermano.com/2009/07/festejar-e-repensar-pratica-eis-questao.html

E o sr. tem toda razão. Seu texto é muito bonito, e válido, nos dias que vivemos na AD e no que vemos ocorrer entre as lideranças. Mas, como diz Jesus, ao apontar o cisco no olho do outro, devemos tirar primeiro a trave que está no nosso.

Um abraço, pastor, que Deus o abençoe. Segue meu comentário, não publicado em seu blog:

_____________________
Enviado em 03/07/2009, entre 11h e 15h

Prezado pastor Altair Germano,

Ontem enviei um comentário para o seu blog, mais um, e creio que novamente ele não foi postado. Em meu comentário, dizia que era louvável, de sua parte, questionar o fato de o pr. Samuel, em Belém (PA), ter se envolvido em disputas e tentar conservar o poder em sua região, como o sr. fez postando a notícia aqui em seu blog. Mas, também em meu comentário, disse que se sua indignação era contra a prática do continuísmo denunciada, o sr. deveria também analisar criticamente a conduta do pr. José Wellington, que há 22 anos permanece na presidência da CGADB. Respondendo à sua sugestão, de que eu tinha um blog para postar o que quisesse, não precisando comentar nada em seu blog, eu disse que se o assunto comentado era postado aqui, eu deveria comentar aqui também, já que sou leitora de seu blog. Entretanto, em vez de postar meu comentário e, quem sabe, responder a ele, o sr. mais uma vez o ignorou, como tenho visto fazer já pela segunda ou terceira vez comigo e, parece-me, com o Matias Borba, que também tem um blog. Não sei o que há de ofensivo em meus comentários. Entretanto, tentei escrever do modo mais cortês possível, sem deixar, contudo, de questionar o fato de que o sr., que sempre me pareceu ser alguém íntegro, questiona com justiça as práticas adotadas pelo pr. Samuel Câmara mas ignora os graves fatos que envolvem o pr. José Wellington. Ora, se somos justos, devemos sê-lo por inteiro. Meia justiça é injustiça. As disputas por cargos de liderança nas igrejas Assembleias de Deus têm feito do sacerdócio pastoral mais um negócio e um emprego que uma missão espiritual, e também têm revelado com mais clareza o caráter e o nível de comprometimento de cada um com Cristo, pois na hora de se desapegar de poder e dinheiro em favor da santa justiça e da verdade de Deus, muitos têm escolhido a primeira opção. Eu, particularmente, não fui salva nem por José Wellington, nem por Samuel Câmara. Meu salvador é Cristo, e é a ele que eu também prestarei contas de minha conduta, no dia que eu espero que chegue logo. Sou membro da Igreja de Cristo em todo mo mundo, e, ligada às Assembleias de Deus no Brasil, peço a Deus renovação, peço que Ele lance fora das AD os que se julgam astutos e planejam ardis uns contra os outros a fim de ter ganhos pessoais e iníquos. Por isso, achando que o sr., no mesmo intento, lutava pela justiça, argumentei que deveria ser equânime em suas críticas e não poupar aqueles que lhe são aliados mas se conduzem vergonhosamente na casa de Deus, como tem sido observado. Todos têm envolvimento com a corrupção e desonram o Senhor, mas vejo que a apenas um, aqui em seu blog, são imputadas críticas. Esse foi, desde o início, o meu questionamento.

É possível que o sr. não publique mais este comentário, pois nele acho que toco em um ponto nevrálgico de sua conduta, que de início santa, para mim, hoje me parece farisaica. Agradeço, entretanto, pelo fato de o sr. ter publicado já alguns comentários feitos, e devo dizer que não guardo mágoa nenhuma do sr., mas que peço a Deus que o conduza realmente, para anunciar a Cristo, e não ao pastor José Wellington, e para derrotar satanás, e não o pastor Samuel Câmara.

Um abraço fraterno,

Mayalu Felix

15 comentários:

Gilson disse...

Irmã Maia, descanse o seu coraçãozinho. Não jogue perola aos porcos. Principalmente quando os porcos são amigos. Esse pr. Altair, com certeza esta vendido (ou comprado, depende do ponto de vista). So espero, para o bem financeiro dele, que não receba em cheque, se não sera mais um na fila dos sem fundos. Bobagem, so foram 176, isso se resolve facil! Como? Pagando cada um deles, afinal um pr. presidente de uma Mega denominação deveria ter credito (alem de honestidade, lisura, etica e outras coisinhas que parece, viraram fumaça).
Graça e Paz.

Anônimo disse...

irmã e amiga Mayalú,
Graça e Paz!
Irei comentar como anonimo, pois infelizmente nao consigo comentar com meu link em seu blog, o problema ou e no meu link ou em seu blog, mas nao sei o que e.

Penso que não deveria comentar aqui, pois o assunto é entre você e o Pr. Altair, mas como você mesmo citou meu nome em relação ao mesmo "problema", gostaria de expor um pouco do que penso.

Anônimo disse...

Conheço o Pr. Altair de perto, e puder acompanhar seu ministério desde que o mesmo era diácono, pois fui membro da mesma convenção e ministério, e congregava próximo a congregação que o mesmo congregava, e por isso, pude ve-lo minstrar diversas vezes sempre o adimirei e vi o quanto Deus capacitou-o.

Pude aprender muito com o mesmo, quando na época, fui professor de EBD, ele era quem dava o estudo para professores o qual sinto muita falta, nunca duvidei de onde ele poderia chegar, quanto seu ministério seria frutífero.

Mas, infelizmente, desde a algum tempo, tenho observado que aquele Pr. de antes não é o mesmo de hoje, tenho visto que depois de ingressar nos departamentos da CGADB, infelizmente vejo que o nobre Pr. mudou em algum momento.

Não sei o motivo de tal mudança, mas alguns de seus textos (ou muitos) deixaram de ser de um mestre, ensinador de muita profundidade, para ser textos com puro conteúdo polêmico. Como alguns já sabem, também comentei em alguns textos, vários sobre essa politicagem da CGADB e infelizmente os mesmos não foram publicados.

Nunca, jamais ofendi a ninguém em meus textos, e se quisesse fazê-lo, comentária como anônimo, o que nunca fiz nem farei pois não preciso esconder-me. Alguns de meus comentários foram em discordância do texto do Pr. E por isso, creio eu, não foram publicados.

Lembro-me que em um de meus comentáris, falei que os dois candidatos que concorrerão a presidência da CGADB não teriam moral para persidir a CGADB pelo fato de terem secularizado a convenção geral com suas atitudes politiqueiras, e esse comentário não foi publicado, porque?

Não difamei ninguém, dei minha opinião sobre o caso, expressei dessa forma porque amo a Assembleia de Deus, bem como a convenção geral. E por achar que os erros cometidos pelo atual candidato foram gravísimos, e que não adimito dois pesos e duas medidas comentei, mas sem ofender, mas mesmo assim o comentário foi rejeitado.

Sou consciênte que o blog é dele e que por isso, ele tem todo direito de publicar os comentários ou não, e respeito isso, mas porque não contestá-los ao invés de ignorá-los? Muito antes de criar meu blog já lia os textos do Pr. Altair, e por isso, penso que os leitores dos blogs deveriam de debates e não de atitudes como essas.

Fiquei muito triste ao ver a forma como o Pr. Altair respondeu a sua indagação sobre a não publicação de sua opinião, e também como ele se deixou levar pela politicagem da CGADB (falo pelo que o mesmo demonstra em seus textos), a exemplo, são as postagens sobre os problemas da AD em Belém, não vi razão para isto a não ser alfinetar o Pr. Samuel Câmara e até enfraquecer a imagem do mesmo.

Porque ele não falou da mesma forma dos problemas existêntes em PE que são maiores que os da AD em Belém? Pelo simples fato de que os Pastores de PE não são candidatos contrários a presidêcia da CGADB.

Fico triste por você, por mim e por ele, como também por muitos que talvez também tenham este "probema". Infelizmente, parece que tornou-se mais fácil proteger o candidato que cometeu erros QUE SÃO PERDOÁVEIS mas que deveria dar lugar a outro Pr. do que ser justo.

Nestas eleições não apoiei ninguém, sempre tive preferência pelo Pr. José Wellington, mas hoje não mais, isso desde há muito tempo, pois não posso apoiar ninguém que age com dois pesos e duas medidas.
Não sou Pastor, sou apenas mais um anônimo, um dos que fazem a denominação, e justamente por ser apenas um anônimo entre tantos, talvez minha opinião não terá tanto valor, mas pelo mesno para mim tem muito!

Anônimo disse...

A verdade é que o poder, a fama mudam o coração de muitos, e tudo o que espero é que a fama não tenha mudado o coração do Pr. Altair. Como falei, não foi esse Pastor que conheci anteriormente, conheci um homem justo e não um defenssor de alguém como o mesmo tem demonstrado ser.

Pensei em publicar algo semelhante a seu texto, mas creio que tudo tem seu tempo. Perdão de coração pelo tamanho do texto, mas acho que precisava comentar isso aqui antes de falar algo em meu blog.

Não somos crentes que fazem drama por pequenas "coisinhas", somos alguém que aprendemos a amar e adimirar nossos pastores, e justamente por isso ficamos tristes com a forma como tem agido o querido Pastor.

Deus te abençoe, e parabéns pelo equilíbrio em seu texto.

Seu irmão, fã, e pequeno amigo,

Matias Borba
Blog, ENCONTRO COM A BIBLIA

encontrobiblia.blogspot.com

Mayalu Moreira Felix disse...

Gilson,

Obrigada por seu comentário. É, infelizmente tenho que admitir que as coisas pras bandas da CGADB são muio sujas, e mesmo alguém como o pr. Altair, que me parecia mais ético, hoje mostra a que veio. Obrigada por seu comentário.

Mayalu Moreira Felix disse...

Matias,

O pr. Altair desenvolveu amor ao poder, e agora joga o jogo sujo das mentiras, das calúnias, da desonestidade. Para mim, esse capítulo está encerrado. Quero distância dele, porque deixou a verdade e a justiça por 30 moedas de prata. Eu e vc, dois "sem-voto" na CGADB, certamente não temos lá muita importância, mas por pessoas como nós Deus move céus e Terra. Nosso Deus é muito diferente, mas muito mesmo, do pr. Altair Germano.

Um abraço,

Maya

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Já estava enjoando de ver tanta “amizade” entre os blogueiros, até que enfim encontro alguém que coloca os interesses da igreja acima dos de seus líderes ou membros amigos.

O “Jogo do Poder” não acontece somente nas altas esferas. Aqui mesmo nos pequenos blogs, não é aceito crítica alguma. Mesmo que seja fundamentada na Palavra de Deus!

Veja um exemplo de um texto usado, no ensino, em um blog apologético:

“Amigo, se você está envolvido em qualquer atividade pentecostal, reconheça-a como o satanismo que realmente é, percebendo que você está abrindo uma porta no seu coração, alma e mente, e que está abrindo portas na sua vida interior dos seus filhos e do seu cônjuge. Verdadeiramente, Jesus estava certo quando disse: "Retirai-vos dela, povo meu, para não serdes cúmplices em seus pecados e para não participardes dos seus flagelos." [Apocalipse 18:4].
Estamos em um ponto excelente para finalizar este artigo, pois nesse verso, Jesus está exortando Seu povo a se retirar de uma nação que Ele está prestes a destruir fisicamente, em uma hora do dia, com grande fogo de algum tipo. Veja estas próximas palavras de Jesus: "Porque seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou dos atos iníquos que ela praticou." [Apocalipse 18:5].”

Mayalu Moreira Felix disse...

Olá, amigo,

Você tem razão quando diz que existe um "jogo" hipócrita, cujas regras colocam as pessoas acima da verdade de Deus, sempre prontas a "dar um jeitinho" e contemporizar, passar a mão na cabeça ou esconder fatos graves. Isso está acontecendo com alguns blogueiros assembleianos, que se acham líderes de alguma coisa e por isso tentam preservar sua miserável condição em troca de mentiras e omissão. Esses trocam a verdade de Deus por 30 moedas de prata. Mas Jesus, ele mesmo, chamou de hipócritas e raça de víboras os hipócritas, que eram de uma raça de víboras. Não chamou a mentira de verdade, nem se calou diante dos religiosos usurpadores e desonestos.

Obrigada por sua postagem,

Maya

Gilson disse...

Vendo todo esse jogo de poder, mentiras e hipocrisias, percebi a aplicação real para as palavras de Jesus: "Vos que coais um mosquito e engolis um camelo". No caso em pauta, desses acobertadores da verdade e bajuladores por coveniencia, seria coar um pernilonguinho e engolir uma cafila enorme. Se acontecesse algo parecido no tempo de Jesus, com certeza essa turma iria ouvir algo semelhante, no minimo, e ainda haveriam de tomar umas chicotadas como sobremesa.

Mayalu Moreira Felix disse...

Oi, Gilson,

É verdade! Hoje pela manhã tive na EBD um estudo sobre os falsos profetas, os lobos em pele de cordeiro, que em meio aos filhos de Deus vêm para matar, roubar e destruir: matar a nossa fé, roubar a nossa paz e os recursos materiais da Igreja, destruir a Igreja, destruir a obra de Deus! Pois tenho comigo que esses dos quais nós falamos são os lobos que ainda se vestem em peles de cordeiro, e um dia Jesus dirá para eles: "apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade!" E completará: "JAMAIS VOS CONHECI". Que marcas de Cristo esses homens têm? E que fruto dão?

Um abraço,

Maya

Anônimo disse...

Querida, a mesma coisa acontece comigo, faço mil comentarios, no blog do pastor altair, mas os mesmos nunca foram publicados pois nao sao favoráveis ao Jose Weligton, esse senhor ditador que ai está que na verdade nao é coisissima nehuma presidente das assembleias de Deus do Brasil. Assembleia de Deus nao tem presidente nacional, quem tem é a Igreja Universal do reino de Deus...Assembleia de Deus de Madureira,e por ai vai.Este senhor é de uma arrogancia tremenda, na verdade ele está se sentindo um deus. Tudo para ele é possivel. Até abriri uma igreja em Belem, empossar um pastor e anunciar que este novo pastor e esta nova igreja é quem representa a igreja de Belem. Sabe o que é isso? desespero, pq o pastor samuel camara teve muitos votos, na verdade o pastor sc ganhou as eleiçoes, tanto a de são paulo como a de vitoria... nós não somos burros... nos estávamos la e sabemos que zw num ganhou nada. Ele sempre ganhou a eleiçao em são paulo somente.Pois bem, agora a pouco entrando no blog do pr. altair o ví numa foto, ele faz parte do conselho de educação da CGADB. Meu Deus isso é tão pouco, pra se trocar pela justiça de Deus...tão pouco, menos que as trinta moedas. a paz. precisamos dela.

Mayalu Moreira Felix disse...

Olá, amigo,

Achei que só os meus comentários não eram publicados! Depois vi que os do Matias também não, agora mais alguém... E se formos verificar bem, haverá ainda mais... Que triste! Preço de Altair Germano: vaguinha no conselho educacional da CGADB. Parece uma história de um cara que trocou a bênção de seu pai por um prato de lentilhas. Quanto ao José Wellington, ele já tem a sua recompensa na glória humana e nas riquezas que a traça e a ferrugem corroem. A glória vindoura, em nosso Senhor Jesus, ele não a terá, pois essa está reservada aos verdadeiros adoradores.

Um abraço,

Maya

Anônimo disse...

ir. maya, desculpe voltar o mesmo assunto nao sei se vc ainda tem interesse de saber, mas acho que convem o comentário. O pastor Altair colocou em seu blogo o video de um cantor gospel o qual ele intitula de michael jackson gospel.Ele colocou o video,normal funciona bem direitinho sem problemas,mesmo assim ele coloca novamente outro video de irmão cantando na igreja de Belem, e vc ver nitidamente a intenção pela qual ele coloca no blog dele o video, simplismente para queimar a imagem do pastor samuel, entre os legalistas. Conheço pastor samuel ele é um homem de Deus, e homem de Deus tem uma coisa que poucos pastores nosso tem: é amor e por amor aos nossos irmãos e tambem repseito muitas vezes um lider suporta criticas, perseguiçoes,pedradas,descontentamento de alguns...faz parte do ministerio. Pastor samuel eh um pastor de amor.lamento pelo pastor Altair.

Maya Felix disse...

Olá, Anônimo,

Eu também lamento pelo pastor Altair. Se vendeu por quantas moedas? Bom, obrigada pelo comentário. Me desculpe, mas não vou lá ver os vídeos. Tenho mais o que fazer.

Um abraço, comente sempre.

Maya

Anônimo disse...

Temos uma nota de esclarecimentos no site da cgadb, o mesmo diz os motivos de varios cheques sem fundos e uma das razões para os tais, seria tambem o custume dos convencionais pagarem suas anuidades de 4 em 4 anos. Lendo com muita atenção nos sertificamos das adversidades e a problematica que ronda o setor financeiro da nossa cgadb. Diante dos esclarecimentos pergunto: quais os motivos, e pelos quais, a atual gestão usou de varias manobras pra continuar no poder, quem estava em Vitoria sabe muito bem do altoritarismo que JW conduziu as plenarias.

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo