Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

23 de dez de 2008

ça suffit

Ça suffit, presidente.


Há uns dois dias tomei conhecimento de que o Brasil continua em 70º lugar na lista de IDH da ONU. IDH é o Índice de Desenvolvimento Humano, e avalia, por meio de pesquisas, medições e dados do próprio Governo e de organismos internacionais, a qualidade de vida da população. Saúde, educação, saneamento básico, mortalidade infantil e expectativa de vida, além de outros aspectos, são levados em conta para a obtenção do IDH. Na América do Sul, o Brasil perde para países como a Argentina (46º lugar), o Chile (40º lugar), a Venezuela (61º lugar) e o Uruguai (47º lugar). Na América, de modo geral, perde para os EUA (15º lugar), o Canadá (3º lugar), o México (51º lugar), Cuba (48º lugar), Bahamas (49º lugar), Costa Rica (50º lugar), Trinidad e Tobago (57º lugar), Panamá (58º lugar), São Cristóvão e Neves (60º lugar), Antigua e Barbuda (59º lugar), Barbados (37º lugar), Santa Lucia (66º lugar). O Brasil perde em outros aspectos, também: tem o litro de gasolina mais caro, como já postei por aqui. Mas ganha em outros: tem o segundo maior índice de corrupção do mundo, a maior concentração de riquezas, a maior carga tributária e o maior lucro de donos de banco.

De 2005, ano de divulgação do último registro de IDH, para 2008, o Equador subiu 17 posições no ranking. A Venezuela, 13. Portanto, não é impossível deixar para trás registros vergonhosos que, desde sempre, fazem parte da vida nacional. O que falta é vontade política. Falta honestidade, transparência, lisura e decência no trato do que é público. Falta o presidente beber menos, falar menos besteira e ser minimamente honesto com os que o elegeram. Bolsa Família não melhora IDH. Fosse assim, estaríamos no topo da América do Sul. Países que não têm programas assistencialistas estão em situação melhor que a nossa. Falta o BNDES ajudar menos os ricos e mais os pobres. Alguns dirão: “O Brasil melhorou, sim, apesar de o IDH continuar o mesmo...” Melhorou, mas foi o mínimo, a menor margem, um resultado ínfimo diante da arrecadação, do PIB, do dinheiro que saiu para a corrupção, das viagens presidenciais, do falatório presidencial, da propaganda governamental. O Brasil melhorou um pouquinho, o suficiente para não morrer asfixiado. Deveria ter melhorado muito mais, infinitamente mais. Com nota 0,800, num total que varia de 0 a 1, o Brasil melhorou, do famigerado governo FHC até aqui, 0,02 ponto, Isso mesmo: Lula, em seis anos de governo, nos fez melhorar 0,02 ponto. E isso por conta de três fatores: alguma melhoria na alfabetização, o aumento do PIB per capita e da longevidade. Veja a evolução do IDH de 1975 até hoje:

#1975:(índice=0.649)
#1980:(índice=0.685)
#1985:(índice=0,700)
#1990:(índice=0,723)
#1995:(índice=0.753)
#2000:(índice=0.789)
#2005:65ªcolocação(índice=0,792)
#2006:69ªcolocação(índice=0,792)
# 2007: 70ª colocação (índice = 0,800)

Já no quesito concentração de renda, somos campeões, jamais perdendo para países como Chile, Argentina, Uruguai... Segundo a Wikipédia, “no Brasil a concentração de renda é tão intensa que o índice P90/P10 está em 68 (2001). [2] Ou seja, para cada Dólar que os 10% mais pobres recebem, os 10% mais ricos recebem 68. O Brasil ganha apenas da Guatemala, Suazilândia, República Centro-Africana, Serra Leoa, Botsuana, Lesoto e Namíbia.”
.
No ranking mundial da corrupção também somos campeões. O Governo Lula conseguiu nos elevar a índices altíssimos, deixados para trás há dez anos. Voltamos a eles, graças ao Governo do PT e do PC do B: “O Índice de Percepção da Corrupção no Brasil se manteve estável em 2008 na comparação com o ano anterior, mas o país caiu oito posições no ranking dos países que tem menor percepção da corrupção no setor público, ficando agora com a 80ª posição, divulgou a organização não-governamental Transparência Internacional nesta terça-feira. Mesmo com a manutenção do índice em 3,5, o Brasil aparece atrás de países como Butão, Botsuana, Gana e Seicheles na lista da ONG. Na América do Sul, o Brasil ficou à frente de Argentina, Bolívia, Paraguai, Equador e Venezuela. O país também está empatado no ranking com Burkina Faso, Marrocos, Arábia Saudita e Tailândia. A Transparência Internacional detectou uma "ligação fatal entre pobreza, instituições falidas e corrupção" no mundo como um todo. De acordo com a entidade, a presença de países como Somália, Iraque e Haiti na parte de baixo do ranking mostra que o aumento da corrupção provoca um ‘contínuo desastre humanitário’.”

Mais um quesito em que somos campeões: duvido que algum país da América Latina tenha um avião tão luxuoso quanto o Aerolula. Ao custo de R$ 153 milhões de reais, temos o presidente de um país subdesenvolvido e líder de um governo corrupto voando como chefes de Estado de primeiro mundo. Não poderia deixar de registrar mais esta façanha presidencial.
.
Após seis anos de Governo Lula, acho que não há mais ilusões. Um governo que, com tanto apoio popular, arrecadação recorde e 72 meses para governar até agora não conseguiu tirar o Brasil dessas estatísticas vergonhosas, acreditem, não o fará nem em cem anos de domínio da máquina pública.
.
Desejando ao Brasil um presidente mais decente – em todos os sentidos – chego ao fim de 2008. Em 2010, graças a Deus, teremos novas eleições. PT, meus amigos, nunca mais. Ça suffit, como diria Nicolas Sarkozy.
.
***

Nenhum comentário:

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo