Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

4 de fev de 2008

A mudança de comportamento homossexual não é impossível nem fácil


De acordo com um bom número de psicólogos e psiquiatras, "uma vez homossexual, se torna praticamente impossível a mudança de orientação e a simples tentativa geraria no indivíduo depressão, ansiedade e outros traumas psicológicos" (www.cristianitytoday.com).

A palavra "impossível" está errada. No lugar dela deveríamos escrever "difícil". Primeiro, porque há inúmeros casos verdadeiros de mudanças, desde os tempos apostólicos até hoje. Segundo, porque uma afirmação dessa reduz tanto a graça como o poder de Deus, que são ilimitados.

O argumento mais convincente que vem de encontro a essa mencionada impossibilidade é a notícia de que alguns coríntios deixaram de ser homossexuais passivos e homossexuais ativos quando aceitaram o evangelho pregado por Paulo, por ocasião de sua segunda grande viagem missionária (1Co 6.9-11), por volta do ano 50 da era cristã.
.
Ora, esse fato se reveste de grande importância se levarmos em consideração que Corinto era uma cidade famosa por sua prostituição. Os gregos chegaram a cunhar o termo corinthiazesthai ("corintianizar"), que quer dizer "viver uma vida coríntia", para descrever a imoralidade daquela metrópole de 500 mil habitantes.

O motivo pelo qual Paulo confiava plenamente no evangelho é porque ele "é uma força divina da salvação" (Rm 1.16, BP). Graças a essa "dinamite" de Deus, não só os ex-homossexuais de Corinto experimentaram uma notável transformação, mas também o próprio Paulo e muitos outros. Há uma série de "antes e agora" no Novo Testamento:

"Aquele que antes nos perseguia [uma referência a Paulo], agora está anunciando a fé que procurava destruir" (Gl 1.23)

Pedro e André, Tiago e João eram pescadores de peixes antes e "pescadores de homens" agora.

João era "filho do trovão" antes e o apóstolo do amor agora.

Zaqueu era desonesto e sovina antes e honesto e caridoso agora.

Pedro era covarde demais antes e corajoso demais agora.

Tomé era incrédulo antes e crente agora.

O escravo Onésimo era o "útil" inútil antes e o "útil" verdadeiramente útil agora.

Entre o antes e o agora há uma saída, uma libertação, uma reviravolta, uma experiência marcante, que a Bíblia chama de novo nascimento ou conversão, algo sobrenatural operado pela graça de Deus, por meio de Jesus Cristo e pela operação do Espírito Santo.

Os homossexuais insatisfeitos com a sua conduta e acossados pela consciência ainda não diluída precisam ter esperança e reler: "Quam está unido em Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho e já chegou o que é novo" (2Co 5.17, NTLH).

Se algum leitor precisar de ajuda e encorajamento:
  • GA - Grupo de Amigos no Rio de Janeiro (21 2625-1991) ou São Paulo (11 73583389), ou escreva para a Caixa Postal 99.315 - 28260-970 - Nova Friburgo, RJ.

  • ABRACEH - Associação de Apoio ao ser Humano e à Família. Caixa Postal 106.075 - 24230-970 - Niterói, RJ. E-mail: info@abraceh.org.br ou abraceh@urbi.com.br

***

Texto publicado na revista

Ultimato nº 310, janeiro-fevereiro/2008, p. 30. A revista Ultimato não é vendida em bancas de jornal. Ela só é comprada mediante assinatura. Para maiores informações, acesse o site.

Nenhum comentário:

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo