Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

30 de jul de 2007

Cesário de Sousa [1]

Cesário de Sousa é um poeta de Brasília, concretista e libertário. Não é um poeta como os outros. Ele amou Brasília visceralmente, e traduziu isso em literatura da mais alta qualidade, meio concretista, modernista, como Brasília. No final dos anos 70, início dos 80, uma época genial, ele escreveu poesias incríveis, cheias de estilo e fortes, que publicou num livro chamado Continente Brazilha, editado em 1982. Posto aqui três poesias, entre as outras excelentes que o livro contém. O livro pertencia a meu pai, que, generosamente, me deu.

***

O Sonho Não Acabou
(the dream is not over)

entrou no V-8, ano 1990
com a namorada no bolso
e um sanduíche com estrelas de cinema
chocolate eletrônico
a sorveteria está aberta vendendo porções de hapiness
o som massa opened
a boca da garota olhos de falso mel
uma mulher que bateu na mãe
que não lhe deu um vestido
e pensa como seu herói preferido
fazem amor em poucos segundos, sem mistério
e nunca saíram às ruas
pregando a paz.

***

quando você me encontrar
estarei só
só para você
e te encontrarei
quando você vier até mim
estarei indo até você
e nos tocaremos
nos trocaremos
e nos amaremos
Muito atenciosamente, quando nos separaremos
Nos separaremos
E nem prometeremos nos rever

***

sabe, eu queria ter você
sabe,
mas eu não queria ter você

Nenhum comentário:

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)

Arquivo