Creio que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n'Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade. (Dostoievski)

FAÇA COMO EU: VISITE O BLOG DELES, E SIGA-OS TAMBÉM! :)

27 de jul de 2013

MÁSCARAS: uma reflexão sobre cristãos e política


As recentes manifestações que ocorreram no Brasil mostram a insatisfação do povo em relação a quase tudo, e, se não a quase tudo, ao mais importante em uma nação: Saúde, Educação, Segurança, Economia. Em 2002, o povo elegeu Lula presidente pela primeira vez. Em 2006, ele foi reeleito. Em 2010, foi o cabo eleitoral de sua pupila, Dilma Roussef, que também foi eleita. 

Após 11 anos no poder, os brasileiros constataram que as promessas feitas não foram cumpridas. O mais importante, o assunto principal das campanhas políticas, o grande apelo eleitoral de nove entre dez políticos havia ficado para trás. Em seu lugar, havia uma enxurrada de programas assistencialistas que, de recurso paliativo, tornaram-se políticas permanentes e populistas de um governo outrora ético, honesto, sincero. Muitos se perguntam como puderam ter sido tão ingênuos, tendo votado no PT ao menos uma vez, para a Presidência da República.

A pergunta a ser feita, de fato, é: será, mesmo, que o PT sempre foi ético e transparente e, uma vez tendo ocupado o poder federal, havia deixado de sê-lo? A solução para que o PT recupere sua popularidade é “voltar” ao que foi um dia? Particularmente, penso que a maioria das pessoas que votou no PT de fato buscou no partido atributos como ética, lisura, honestidade, transparência. Mas não creio que as cabeças coroadas do partido tenham sido anteriormente pessoas honestíssimas que, de repente, tornaram-se tudo o que combateram uma vida inteira. E acredito também que alguns dos que votaram no PT sempre puderam enxergar que o partido não era uma tábua de salvação, mas uma canoa furada que aos poucos se tornou o Titanic e hoje ameaça naufragar não só a si mesmo, mas o Brasil inteiro.

Não é de hoje que escândalos envolvendo o PT vêm à tona. Parte da mídia é que nunca quis investigar o que ocorria. Os assassinatos de Celso Daniel e Toninho do PT deveriam ter sido sinais amarelos para quem tivesse o mínimo de discernimento. Mas não foram. O programa do PT, que sempre defendeu o aborto como um “direito histórico das mulheres”, deveria ter sido um sinal de alerta. Mas não foi. Os ícones do PT, Che Guevara, Mao Tsé-Tung, Stálin, Fidel etc., líderes de ditaduras que promoveram massacres semelhantes (ou piores) ao que Hitler fez na Alemanha, deveriam ter provocado no mínimo estranhamento naqueles que acreditavam que o partido lutava pela democracia e pela paz mundial. Mas não provocaram!

Entre os evangélicos, há pastores que sempre foram aliados do PT, como Caio Fábio e Ed René Kivitz. Há os de ocasião que, com o forte lobby entre os evangélicos na campanha eleitoral de 2002, aliaram-se ao partido naquele momento – é o caso de Silas Malafaia. É difícil encontrar, entre os líderes evangélicos, quem tenha se oposto a Lula depois de 2000 ou a Dilma Roussef. No entanto, ela se declarou favorável ao aborto, entre outros fatos nada animadores de sua biografia. O PLC 122, que criminaliza a opinião contrária à prática homossexual – inclusive a opinião religiosa – foi obra de parlamentares do PT. Apesar de todos os sinais, líderes de igrejas consideradas conservadoras, como as Assembleias de Deus, apoiaram o PT e ainda apoiam. Políticos eleitos com votos de eleitorado evangélico mantêm firme seu apoio à “presidenta”, ganhando em troca cargos e benesses governamentais. Marcelo Crivella, representante da Igreja Universal do Reino de Deus, é hoje ministro.

Antes da explosão de manifestações que levaram cerca de um milhão de pessoas às ruas contra o Governo Federal e os estaduais, cerca de 150 mil evangélicos se reuniram no dia 05 de junho em frente ao Congresso Nacional para declarar sua insatisfação com o Governo Federal e sua oposição ao aborto, ao PLC 122, ao Kit gay, à corrupção monstruosa que toma conta da política nacional e a tantas outras mazelas escancaradas em nosso país. No dia 06 de junho, aconteceu a primeira da série de manifestações que tomaram conta do país e fizeram a popularidade de Dilma Roussef despencar, comprometendo sua reeleição e mudando o panorama eleitoral para 2014.

Para muitos, caiu a máscara do PT. Caiu para a maioria dos evangélicos, já há alguns meses, ante as possibilidades cada vez mais reais de legalização do aborto e de censura à divulgação de valores cristãos, e caiu para o povo brasileiro, desiludido com a violência causadora de 50 mil homicídios por ano, com o estado lastimável de hospitais públicos e com a volta da inflação – o dragão que julgávamos ter sido enterrado com FHC.

Neste momento, Lula e o PT iniciam o discurso de “volta aos valores reais do PT”. O que muitos, como eu, podem se perguntar é se esses valores já existiram algum dia. O que parece é que os tais valores foram, durante um longo período, uma maquiagem muito bem feita. Tão bem feita que fez com que confundíssemos o desejo legítimo por democracia, liberdade, justiça social e melhoria de qualidade de vida com a prática e os ideais espúrios da esquerda.

Maya Felix

***

Este texto foi publicado originalmente no Blog da UBE - União de Blogueiros Evangélicos, no dia 26 de julho de 2013. Acesse: http://www.ubeblogs.net/2013/07/mascaras-uma-reflexao-sobre-cristaos-e.html

Marcadores

Comportamento (719) Mídia (678) Web (660) Imagem (642) Brasil (610) Política (501) Reflexão (465) Fotografia (414) Definições (366) Ninguém Merece (362) Polêmica (346) Humor (343) link (324) Literatura (289) Cristianismo (283) Maya (283) Sublime (281) Internacional (276) Blog (253) Religião (214) Estupidez (213) Português (213) Sociedade (197) Arte (196) La vérité est ailleurs (191) Mundo Gospel (181) Pseudodemocracia (177) Língua (176) Imbecilidade (175) Artigo (172) Cotidiano (165) Educação (159) Universidade (157) Opinião (154) Poesia (146) Vídeo (144) Crime (136) Maranhão (124) Livro (123) Vida (121) Ideologia (117) Serviço (117) Ex-piritual (114) Cultura (108) Confessionário (104) Capitalismo (103) (in)Utilidade pública (101) Frases (100) Música (96) História (93) Crianças (88) Amor (84) Lingüística (82) Nojento (82) Justiça (80) Mulher (77) Blábláblá (73) Contentamento (73) Ciência (72) Memória (71) Francês (68) Terça parte (68) Izquerda (66) Eventos (63) Inglês (61) Reportagem (55) Prosa (54) Calendário (51) Geléia Geral (51) Idéias (51) Letras (51) Palavra (50) Leitura (49) Lugares (46) Orkut (46) BsB (44) Pessoas (43) Filosofia (42) Amizade (37) Aula (37) Homens (36) Ecologia (35) Espanhol (35) Cinema (33) Quarta internacional (32) Mudernidade (31) Gospel (30) Semiótica e Semiologia (30) Uema (30) Censura (29) Dies Dominicus (27) Miséria (27) Metalinguagem (26) TV (26) Quadrinhos (25) Sexo (25) Silêncio (24) Tradução (24) Cesta Santa (23) Gente (22) Saúde (22) Viagens (22) Nossa Linda Juventude (21) Saudade (21) Psicologia (18) Superação (18) Palestra (17) Crônica (16) Gracinha (15) Bizarro (14) Casamento (14) Psicanálise (13) Santa Casa de Misericórdia Franciscana (13) Carta (12) Italiano (12) Micos (12) Socialismo (11) Comunismo (10) Maternidade (10) Lêndias da Internet (9) Mimesis (9) Receita (9) Q.I. (8) Retrô (8) Teatro (7) Dããã... (6) Flamengo (6) Internacional Memória (6) Alemão (5) Latim (5) Líbano (5) Tecnologia (5) Caninos (4) Chocolate (4) Eqüinos (3) Reaça (3) Solidão (3) TPM (2) Pregui (1)